Espanha reabre fronteiras para brasileiros, seguro viagem continua sendo obrigatório

É necessário que os passageiros tenham o esquema vacinal completo, com as duas doses (ou dose única no caso da Jassen).

Desde 24/08, a Espanha passou a receber brasileiros totalmente vacinados sem necessidade de fazer o período de quarentena. Todas as vacinas distribuídas no Brasil serão aceitas, sendo elas: AstraZeneca, Pfizer, Coronavac e Janssen.

Desde 24/08, a Espanha passou a receber brasileiros totalmente vacinados sem necessidade de fazer o período de quarentena. Todas as vacinas distribuídas no Brasil serão aceitas, sendo elas: AstraZeneca, Pfizer, Coronavac e Janssen.

É necessário que os passageiros tenham o esquema vacinal completo, com as duas doses (ou dose única no caso da Janssen), pelo menos 14 dias antes da entrada no país. O viajante brasileiro precisa apresentar o certificado digital do Ministério da Saúde do Brasil em espanhol.

Ao ingressar no país todos os passageiros deverão passar por uma checagem de saúde, que incluirá medição de temperatura, verificação de documentos e diagnóstico visual do viajante. Caso as autoridades considerarem necessário, podem solicitar teste para Covid-19.

Os viajantes devem preencher o formulário de controle de saúde antes da viagem, mais informações no link: https://www.spth.gob.es/. Os requisitos necessários para os turistas brasileiros entrarem na Espanha são: apólice com vigência durante toda a estadia nos país (datas definidas de cobertura), mínima de 30.000 EUR para cobertura de despesas médicas.

Para Federico Siri, presidente da Universal Assistance Brasil, empresa de seguro viagem com mais de 40 anos de atuação no mercado, além de todos os protocolos de saúde para acessar os países, é necessário se programar quanto à apólice de seguros. “Sabemos que gastos com saúde são caros em qualquer país, e ter uma apólice de seguros em muitos lugares é obrigatório para a viagem.

É importante se antecipar, para não sofrer com os imprevistos. A retomada já está acontecendo e as fronteiras se abrindo, é hora de se programar e fazer tudo da maneira mais correta possível”, afirma.

Fonte: Jornal Tribuna I CQCS