HDI dá dicas para economizar na renovação do seguro de automóvel

O momento atual tem estimulado o consumidor a fazer revisões nas finanças pessoais, em busca de soluções econômicas para suas necessidades. Por isso o Diretor de Auto, Massificados e Analytics da HDI Seguros, Marcelo Moura, reuniu algumas dicas que podem ajudá-lo a encontrar a melhor opção de custo-benefício para o seguro de automóvel. O especialista adianta que, entre muitas variáveis de perfil, a configuração da apólice é um dos principais fatores para as companhias avaliarem o risco e chegarem ao valor da apólice. Vejas as principais dicas:

Mudanças nas informações
É importante que qualquer alteração que afete o que está cadastrado na apólice seja informada à seguradora. A alteração do CEP, do veículo ou do condutor, por exemplo, pode baratear o novo contrato do cliente com a companhia.

Classe de bônus
A classe de bônus é algo muito importante dentro do mercado segurador. Ela é a responsável por indicar à seguradora responsável pelo contrato que não houve sinistro registrado para o cliente naquele período de vigência, ou seja, a cada apólice que o cliente passa sem sinistro, a classe de bônus sobe, aumentando o desconto que haverá no prêmio final.

Coberturas e assistências
Verificar se as coberturas contratadas na última apólice continuam necessárias é sempre indicado. Por exemplo, se o cliente não faz viagens longas, não há necessidade em manter o guincho ilimitado que pode ter sido contratado na última vigência. O mesmo vale para o carro reserva. A revisão desses pequenos detalhes da apólice pode gerar uma economia interessante para o consumidor, que vai ser cobrado exatamente por aquilo que é necessário para ele, isto é, não pagará por algo que não terá uso. O corretor de seguros pode ajudar bastante neste afinamento, afinal, ele é um especialista.
Fonte: Ana Caroline Carvalho – Ketchum