Para Icatu, legado de 2020 é melhoria constante

A pandemia provocada pelo coronavírus impõe desafios para empresas e pessoas, mas também deixa como legado muitas lições além, é claro, de abrir boas oportunidades em todos os segmentos de negócios.

No mercado segurador não é diferente. A Icatu Seguros, por exemplo, aproveitou este período de isolamento social e desenvolveu estratégias para facilitar ainda mais a rotina das equipes, dando celeridade aos processos para que, lá na ponta, o cliente tivesse o mínimo de impacto.

Em entrevista ao CQCS o Vice-presidente Corporativo da companhia, Alexandre Vilardi, falou da importância dos investimentos em tecnologia, treinamento das equipes, capacitação à distância de sua força de vendas e a ampliação dos canais digitais de autoatendimento e soluções em vendas online.

Ele destacou também das perspectivas da seguradora para 2021 dentro dessa nova realidade.  A Icatu Seguros é uma das patrocinadoras da sexta e última parada do CQCS Innovation Latam, que acontecerá no dia 19 de novembro, a partir das 17h e contará com tradução simultânea para português e espanhol.

Para o executivo, o avanço do coronavírus desencadeou um processo de mudança na sociedade – do cenário econômico às relações sociais. Rapidamente as pessoas se adaptaram à realidade digital, o que ocasiona grandes transformações nas relações comerciais e entre pessoas.

O fato de um vírus invisível e desconhecido ter atingido todos os continentes vem fazendo com que a população perceba o risco e a incerteza e reflita sobre formas de proteção, seja da própria saúde ou da vida financeira.

“A Icatu Seguros está atenta às mudanças que o mundo, e em particular o Brasil, têm experimentado, em função da pandemia Covid-19, e os cenários que se desenham para o pós-pandemia.

A vida tem se mostrado mais frágil este ano, o que resulta em conexões mais afetivas e a busca por mais informações sobre planejamento financeiro, face ao momento em que as economias globais foram forçadas a pisar no freio de muitos projetos e investimentos”, afirma Vice-presidente da Icatu.

Ele lembra que a busca por segurança vai ao encontro do propósito da companhia de assistir e proteger as pessoas em todas as fases de sua vida. “Mais do que contribuir para a reflexão, neste momento, temos buscado soluções diferenciadas em vida, previdência e capitalização, cujo objetivo é uma proteção completa e de certa forma um estímulo à educação financeira, mirando a sustentabilidade dos segurados.

Isso é possível, por exemplo, porque a Icatu é um marketplace amplo de Previdência, com mais de 300 fundos e conta com 90 dos melhores gestores do país, que levam portfólio de produtos flexíveis e customizados a todo tipo de perfil de cliente. Canais digitais e o portal de APIs fazem a integração de todo esse processo”, pontua.

Um importante diferencial na modernização dos processos é a atuação do Laboratório de Inovação da Icatu Seguros que realizou pesquisas de profundidade que resultaram em um mapa mental do seguro de vida e apontaram os principais motivos que orientam a decisão de contratar ou não um seguro.

Alexandre Vilardi enfatiza que é preciso entender que o seguro não se torna importante apenas em uma situação extrema. Apesar do seguro ainda estar muito associado à morte, em 25% das coberturas existentes atualmente elas podem ser usadas em vida.

Dentro desse cenário, a empresa trabalha com dois produtos inovadores, os seguros de Vida Horizonte e Equilíbrio – baseados no American Life, que podem ser usufruídos pelo consumidor em vida.

“É a combinação apropriada entre a proteção e a possibilidade de formar uma reserva financeira para aproveitar durante a vida do segurado. Nesses casos, o valor da indenização do seguro pago em vida pode ser usado de diversas formas, mantendo o padrão financeiro existente ou até mesmo para a readaptação da casa, em caso de necessidades especiais”, pondera.

Outro papel importante do seguro é o foco na educação financeira em que os corretores têm protagonismo por estarem mais próximos dos segurados. “Nosso desafio, como agentes de transformação social, será manter essa consciência ativa depois que isso tudo passar.

Por isso, é importante que todos os agentes do processo estejam conectados: seguradora + cliente + corretor. Por conta disso, a Icatu tem feito constantes investimentos para que sua força de venda seja abastecida com todas as informações relevantes em todas as áreas de atuação”, reforça.

Vilardi ressalta que, recentemente, a Icatu Seguros ampliou os benefícios de sua plataforma voltada ao treinamento e capacitação de seus corretores, o Educatu. “O upgrade tecnológico permite que os corretores acesse de qualquer lugar – por meio de smartphones ou tablets – o conteúdo dos mais de 40 cursos de aperfeiçoamento profissional e as novidades que a empresa disponibiliza para a sua força de vendas.

Resumindo, disponibilizar soluções flexíveis e inovadoras para atender a essas novas demandas, contribuindo para formar um país onde cada vez mais pessoas estejam assistidas e protegidas financeiramente em todas as fases da vida, tem sido o propósito da Icatu Seguros.

Nunca é por demais lembrar que a indústria do seguro está em constante evolução no seu papel de oferecer segurança em todos os cenários e para todos os riscos”, finaliza.

Fonte: CQCS