Porto Seguro entra em segmento de serviço de saúde popular

O site Exame informa que a Porto Seguro lançou dia 21, um serviço de assinatura para consultas e exames que custará R$ 19 por mês.

O serviço, que irá se chamar ‘Porto Cuida, inclui o titular e dois dependentes, sem a necessidade de grau de parentesco, oferece descontos em consultas (físicas ou remotas), exames, terapias e medicamentos.

Com o novo projeto, a seguradora busca atingir a parcela crescente de brasileiros que não têm um plano de saúde, seja por conta da crise econômica que persiste no país como por causa de custos cada vez mais altos da proteção.

Marcelo Picanço, vice-presidente de Seguros da empresa, explicou à Exame que novo serviço é uma forma de expandir a atuação do grupo segurador, que já oferece planos de saúde corporativos no segmento de empresas de grande porte e também para PMEs em São Paulo e no Rio de Janeiro.

“O produto não é um seguro ou um plano de saúde: seu objetivo é facilitar o acesso a serviços médicos, que ganham relevância atualmente. Hoje, 3/4 da população brasileira não tem um plano de saúde e precisam de orientações sobretudo sobre a covid-19.”

Ou seja, a intenção é fazer com que o Porto Cuida quer ser um serviço complementar ao SUS. “A rede pública atende bem, mas o problema é que o atendimento é burocrático e o tempo de espera é longo.

O processo de orientação aos usuários do sistema ainda é muito manual”, explica o executivo. “Buscamos oferecer um serviço digital de orientação em um momento no qual as pessoas buscam evitar o ambiente hospitalar”, finalizou.

FONTE: CQCS