Especialistas debatem alternativas da educação para o trânsito em tempos de pandemia

Evento reuniu especialistas do DetranRS, DER-DF e Denatran
Embora os acidentes tenham caído durante a pandemia, a educação para o trânsito continua sendo uma preocupação dos órgãos da área, que tem buscado alternativas às formas tradicionais de atividades presenciais. Especialistas do DetranRS, do DER –DF e Denatran reuniram-se ontem (04) em um webinário para discutir os desafios impostos pelo chamado novo normal. O encontro virtual faz parte de uma série de debates sobre mobilidade que estão sendo promovidos no mês de setembro pela Rede de Promoção da Mobilidade Sustentável e do Transporte Coletivo (Rede Urbanidade), iniciativa da Promotoria de Justiça de Defesa da Ordem Urbanística (Prourb) do Distrito Federal, em parceria com estudiosos e representantes de organizações que se dedicam à causa, que tem como objetivo envolver a sociedade na elaboração, implementação e fiscalização da política local de mobilidade urbana.

A diretora da Escola Pública de Trânsito do DetranRS, Carla Guglielmi abriu o encontro contando como a Autarquia precisou se adaptar, adiando a inauguração da escola física prevista para esse ano e criando uma escola virtual com todos os recursos de interatividade exigidos por essa modalidade de educação. “Nos reprogramamos para escola online, focando no Portal e no Instagram, lançados apenas seis meses depois da publicação do decreto de criação da Escola. Nesse período, montamos uma força tarefa, mergulhamos a fundo no mundo das redes sociais, precisamos aprender a lidar com os programas e recursos que envolvem a produção desse tipo de conteúdo”.

O resultado de todo esse aprendizado do Detran do Rio Grande do Sul são três programas, que estão a pleno vapor: o Trilogia da Vida, para público em geral, o Didática na Prática, direcionado principalmente aos profissionais dos Centros de Formação de Condutores, e o Vivendo e Aprendendo, focado no servidor e nos profissionais credenciados.

Jucianne Nogueira, diretora de Educação de Trânsito do DER-DF, foi a segunda debatedora. Ela contou como o órgão tinha programado 12 iniciativas ao longo do ano, que eram 100% presenciais e tiveram que se adaptar à nova realidade. A profissional também apresentou o projeto da Transitolândia desenvolvido no Distrito Federal, que é basicamente uma escola vivencial de trânsito.

O coordenador-geral de Educação para o Trânsito do Denatran, Everaldo Valenga Alves, fechou o evento ampliando o horizonte do debate e falando dos desafios da educação para o trânsito na próxima década. Alves falou de dois eixos da educação para o trânsito, o desenvolvido nas escolas e as campanhas, que são a faceta mais visível para a sociedade. O coordenador também convidou a todos a participarem do Prêmio Denatran e do Encontro Nacional de Educadores, a ser realizado na próxima Semana Nacional do Trânsito.

Durante o mês de setembro, a Rede Urbanidade continua promovendo debates online sobre mobilidade urbana. No dia 9, o tema será “Transporte coletivo em tempos de Covid-19”. Em 11 de setembro, profissionais da mídia participam do webinário “O olhar e as abordagens do jornalismo sobre a mobilidade urbana”. Para mais informações, acesse o site do Ministério Público do DF e Territórios.
https://www.mpdft.mp.br/portal/index.php/conhecampdft-menu/programas-e-projetos-menu/rede-urbanidade
Fonte: Detran RS