Falando de Miguel Junqueira

Passado um pouco mais de uma semana da morte do ex-presidente Miguel Junqueira Pereira, convidamos algumas pessoas que conviveram com ele para darem seu depoimento sobre a importância dele tanto para o mercado segurador quanto para seu crescimento pessoal e profissional. Manifestam aqui seu reconhecimento, a ex-coordenadora da Escola Nacional de Seguros no RS, Jane Manssur, e os ex-presidentes Julio Rosa e Guacir Bueno.

Nosso Amigo (Por Jane Manssur),

Não quero competir, tampouco mudar a memória de qualquer amigo ou amiga de nosso Dir (assim o chamei a vida inteira). Também não conheço alguém que possua tantos admiradores e amigos como nosso querido Dir Junqueira. Eram tantos que sempre me permiti brincar com os mais novos dizendo que fossem para o final da fila e que eu distribuiria senhas.

Todos fomos impactados com sua sabedoria e Luz … todos temos, no mínimo, uma frase ou situação que sempre lembraremos …a minha predileta era “cada um é ele e sua bagagem”. Resumiu 3 semestres de educação em 1 frase? Demais!

Para as gerações que chegam agora é preciso registrar que o Mercado de Seguros e a própria Escola estão no patamar que se encontram graças ao trabalho dessa geração. A harmonia e a união das Entidades foram costuradas durante anos por essas lideranças: Junqueira, Continentino, Possiedi, João Elísio, Suzana Munhoz, Bidino, Mauro, Benito, Tozzi, … Testemunhas oculares dessa história seus fiéis colaboradores no Sindsegrs: Edimilson, Margareth, Teresinha e Rubaiarte foram responsáveis por concretizar inúmeros projetos.

Defensor da educação e conhecimento trouxe ao Estado mais de 260 Eventos para auxiliar o “povo do seguro” como carinhosamente chamava os integrantes do Mercado. Pioneiro na ideia de oferecer Fóruns para Magistrados, Advogados, Jornalistas e Procon’s, inspirou outros Estados da Federação. Para ele não existia limites para a Educação… Vivia décadas a frente…equipou o Sindseg e a Coordenação local Escola com equipamentos de última geração porque via na tecnologia o futuro para os Mercados…

Mas o que mais admirávamos era a forma elegante que tratava seus opositores…o debate era sempre no universo do conhecimento…nunca pessoal. “Certifica-te de que és fator de soma na vida das pessoas cuja a vida participas” defendido pelo Orador Romano Cícero era prática diária do nosso Dir.

Abençoado com o dom de unir as pessoas em volta de um objetivo maior…vai continuar fazendo amigos … agora em outros planos… Estamos tristes porque vamos ter que adiar os nossos debates, mas conformados em saber que as limitações do corpo físico deixarão de privá-lo. Que o maestro do universo amenize a dor da saudade de seus familiares e de todos nós.

Ensinamentos de Junqueira nortearam ações dos presidentes seguintes no Sindicato

Miguel Junqueira Pereira ficou à frente do Sindicato das Seguradoras do RS (SINDSEGRS) entre 1986 e 2010. Quando o dirigente comunicou a então diretoria que não desejava mais exercer a função, coube a Júlio Cesar Rosa a missão de substituir o ícone do seguro gaúcho. “Falei para ele do meu interesse em substituí-lo à frente do Sindicato e ele prontamente me apoiou. Era uma responsabilidade muito grande, pois Junqueira era conhecido e respeitado não apenas a nível estadual, mas também nacional, fato que pude comprovar quando atuei como diretor executivo da FenSeg”, lembra Rosa.

Enquanto compunha a diretoria da entidade, Rosa ficou impressionado com a disciplina com que Junqueira liderava o Sindicato. “Certamente foi herança da sua formação militar. Chamava atenção também sua capacidade como orador. Suas participações nas reuniões eram sempre marcantes e todo mundo parava para escutá-lo”, recorda. O então vice-presidente, aproveitou a intensa convivência para aprender tudo que podia, já que, como ele próprio afirma, jamais teria competência para imitá-lo.

“Quando assumi o Sindicato, percebi que a referência era sempre o Junqueira. Então, conversei com os membros da minha diretoria e quis colocar a entidade acima da figura que estivesse ocupando o cargo de Presidente. Não foi tarefa fácil, pois sempre que se falava em seguro no Estado, se pensava no ex-presidente”, afirma Rosa. Ele acabou por implantar a estrutura que se mantém até hoje, com identificação clara dos executivos do Sindicato.

Não foi apenas Rosa que utilizou os ensinamentos de Junqueira quando ocupou o cargo de presidente do Sindicato. Guacir Bueno, que liderou a entidade entre abril de 2016 e fevereiro de 2020, também utilizou muito do que aprendeu com o ex-presidente. “Miguel Junqueira Pereira dirigiu nosso Sindicato e participou de tantas instituições do ramo segurador que deixa uma marca indelével, que jamais será esquecida e que serve muito como um porto seguro. Que a gente possa sempre relembrar seus ensinamentos para que possamos atuar cada vez melhor”, destaca.

Guacir lembra de sua chegada ao Sindicato e da acolhida fraterna e cavalheiresca como lhe era peculiar. “Ele sempre foi uma pessoa muito atenta e cuidadosa nas suas relações, um exemplo de profissional e ser humano. “Tenho muita gratidão por tudo que o ele fez pelo nosso mercado e por mim especialmente. É da vida, faz parte, mas a gente sente um baque muito forte na medida exata da dimensão do Presidente Junqueira”, conclui Guacir.