#BonsExemplos: Porto Alegre utiliza inteligência artificial para auxiliar o trânsito

Compartilhar nas redes sociais

Adoramos contar histórias com bons exemplos por aqui. E uma iniciativa que merece ser destacada é a de Porto Alegre.

A prefeitura da capital do Rio Grande do Sul está trabalhando em um sistema com base em inteligência artificial, que tem como principal objetivo melhorar o fluxo do trânsito. Quer saber mais? Fique ligado no nosso post!

Conheça o Mapa da Fluidez:

Por meio da utilização do GPS (Global Positioning System), o deslocamento de motoristas de uma empresa especializada em mobilidade foram monitorados. Dados como a velocidade média dos motoristas; os pontos em que estavam parados; e semáforos onde há maiores atrasos foram analisados e, a partir disso, o Mapa da Fluidez foi gerado.

Esse sistema foi desenvolvido pela empresa 99 Táxis, em parceria com a Empresa Pública de Transporte e Circulação. E olhem esses números: Porto Alegre possui 2,8 mil quilômetros de vias e quase 1.400 semáforos.

A previsão é que o Mapa da Fluidez esteja disponível para visualização em breve, já que os dados estão sendo coletados desde julho. A ideia é que as informações coletadas sejam integradas à programação semafórica. Podem proporcionar, ainda, sugestões de melhorias no trânsito, como, por exemplo, o tempo de cada sinal de trânsito.

O tema foi destaque na Mídia, como você pode ver aqui. https://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/2019/10/15/prefeitura-de-porto-alegre-apresenta-ferramenta-que-fornece-informacoes-em-tempo-real-sobre-o-transito.ghtml

Primeira cidade brasileira a receber a tecnologia

Esse tipo de coleta de dados já é conhecido e utilizado na China e foi capaz de gerar ações mais rápidas, devido ao monitoramento em tempo real, além de otimizar o tempo dos semáforos.

Outro benefício desse recurso é a capacidade de analisar as medidas tomadas pelas autoridades do trânsito, fazendo com que um estudo de resultados seja feito de forma mais eficaz e eficiente.

FONTE: Seguradora Líder