Brasil é uma das prioridades do Grupo Tokio Marine

José Adalberto Ferrara – Presidente da Tokio Marine Seguradora, e Tsuyoshi Nagano – Presidente Mundial da Tokio Marine Holdings.

Presidente destaca importância do País na estratégia mundial do conglomerado

Em visita ao País, o Presidente Mundial da Tokio Marine Holdings, Tsuyoshi Nagano, afirmou que o Brasil é uma das prioridades do Grupo.

Segundo ele, a operação brasileira, atualmente a terceira maior entre os 38 países de atuação, mantém um crescimento orgânico robusto e tem potencial de aumentar cada vez mais sua representatividade no conglomerado securitário.

“Estamos muito satisfeitos com o desempenho e temos plena confiança de que o Brasil é o País onde há muita possibilidade de expansão, tanto orgânica quanto através de aquisições”, afirmou Nagano.

Ao se reunir com os mais de 200 líderes da operação brasileira, o executivo aproveitou para reforçar os principais números e indicadores da Companhia no mundo. Segundo ele, os prêmios retidos do Grupo em 2016 foram de US$ 43,8 bilhões e o lucro líquido ajustado de US$ 4,3 bilhões.

Para se ter uma dimensão sobre a importância desses números, o Grupo Tokio Marine é atualmente, em prêmios, maior do que o mercado brasileiro de Seguros Gerais mais Pessoas, que movimenta cerca de R$ 100 bilhões por ano.

A Tokio Marine Holdings tem atuação em 483 cidades de 38 países e emprega um total de 38,8 mil Colaboradores. De 2002 até hoje, a participação dos negócios internacionais no lucro da Holdings cresceu de 2% para 41%. “Esta é, sem dúvida, uma demonstração clara do quanto fomos assertivos em nossos investimentos ao redor do mundo.

Optamos por diversificar nossa atuação e atualmente temos o reconhecimento de que somos um grupo estável, com plena capacidade de cumprir nossa missão de prover segurança aos nossos clientes em caso de acidentes”, declarou Tsuyoshi Nagano.

Good Company – Em sua visita, Nagano reforçou a importância de pôr em prática a filosofia Good Company. “Tenho viajado o mundo a fim de ressaltar a razão da nossa existência: servir e agregar valor à sociedade”, disse o executivo.

Segundo ele, o resultado financeiro é uma conseqüência do objetivo maior de atender o cliente com excelência, especialmente porque seguro não é algo tangível. “No fundo, o que nós vendemos é sinistro.

Nesse sentido, é preciso que todos, sejam das áreas técnicas, de sinistros e comercial, trabalhem em perfeita harmonia para proteger o patrimônio e a vida das pessoas. Vamos olhar além do lucro”, resumiu o presidente mundial da Tokio Marine.

Durante dois dias, Nagano manteve reuniões com os Diretores Estatuários e gestores. Além disso, gravou um vídeo respondendo à dúvidas de Colaboradores de todo o Brasil e fez uma visita a Corretores na Sucursal Jardins, na capital paulista. Ele também encontrou o presidente fundador da operação brasileira, Koichiro Shinomata, e o ex-vice presidente Sérgio Ramos.

Tsuyoshi Nagano deve voltar ao Brasil em julho de 2019, quando a Tokio Marine Seguradora completará 60 anos de atuação no País.

FONTE: Tokio Marine